Erick Patrick

Resenha: Universal Principles of Design

Repita comigo: o equilíbrio está no contraste do alinhamento e da proximidade

Esse é um livro que não dá para resenhar por capítulo. Primeiro, ele não tem capítulos bem definidos, porém, tem seções que englobam os mais variados princípios de uma forma que eles estão relacionados. Além disso, claro, tem a divisão dos próprios princípios que levam 2 páginas, cada: uma teórica e a outra explicativa-prática (exemplos do princípio), por assim dizer.

São 120 princípios, alguns voltados à parte visual, outros à parte da interação do usuário, entre outros. Vários princípios você já deve conhecer ou já ter lido rapidamente. Entretanto, vale a pena ler, inclusive, os que já se conhece, uma vez que é possível descobrir que tinha um entendimento errado sobre os mesmo.

Logo de cara, no primeiro princípio do livro, a regra 80/20, ou o princípio de Pareto, descubro que o que eu tinha aprendido na universidade era o contrário que o que princípio pregava. Pode parecer exagero, mas é a verdade. E é por isso que recomendo a leitura de todos os princípios, sem exceção.

Todos os exemplos, contidos nas segundas páginas dos respectivos princípios, tentam ajudar no entendimento. Infelizmente, os exemplos nem sempre funcionam, mesmo em conjunto à teoria.

Mesmo que em sua maioria sirva, esperar que todos sejam bem explicados em 2 páginas, é demais. É pedir muito, sobretudo, se levarmos em consideração alguns princípios, inerentemente, complicados.

Claro, os 5 princípios básicos, estão lá:

  • Alinhamento
  • Balanço
  • Contraste
  • Proximidade
  • Repetição / Consistência

Contudo, espere muita coisa nova. Muitos princípios que você sequer tinha ouvido falar. Alguns soarão familiares e até associará com alguns casos da vida real, enquanto outros você tentará descobrir como que eles os criaram.

Um ponto muito interessante do livro é que ele traz referências a artigos, livros e trabalhos, científicos ou não, que marcaram cada um dos princípios, possibilitando, assim, conhecer mais a fundo cada um deles. De suas raízes aos seus desdobramentos modernos.

Portanto, acredito que o livro seja de grande valia, tanto para iniciantes quanto para pessoas de nível intermediário-avançado.